AVENTUR - Canoagem, Insuflaveis, Lisboa, Zezere
www.aventuralazer.com

 

EM DESTAQUE



















CANOAGEM :: Rio Zêzere « anterior
GRANDE DESCIDA - Zêzere

Barragem de Castelo de Bode -> Almourol - 16 Km Dificuldade: média (devido à distância) Duração: 4:00h a 5:00h

 

OFERTA: Para o organizador (s)*     Quero saber mais⇒      Porquê a AVENTUR⇒

Grupos até 12 participantes 20,00€ por pessoa
Grupos a partir de 13 participantes 15,00€ por pessoa
Canoagem + Refeição (restaurante) desde 26,00€ por pessoa
Canoagem + Refeição (piquenique) desde 21,00€ por pessoa
PROGRAMA  - GOLD - PROGRAMA EXCLUSIVO
|||||||   TENHO UM GRUPO GRANDE  |||||

 

    ► Solicite informação mais detalhada por mail.  Apresente a característica do seu grupo.

 

Inclui:

Kayak duplo ou simples + Colete e pagaia;

Monitor qualificado (segurança e enquadramento); 

Seguro de acidentes pessoais (conforme a legislação);

Transporte para o local de início da actividade em autocarro ou minibus;

Água e fruta;

Reportagem Fotográfica (a pedido). 

Refeições:

Temos várias propostas;

- RESTAURANTE a partir de 10,00€;

- PIK NIK a partir de 6,50€;

Solicite ementas por e-mail.

 

ALOJAMENTO: A requerer. 

NOTA IMPORTANTE: Regularmente aos Sábados e Domingos, o Rio Zêzere apresenta um caudal de 40m3/s , ou seja um caudal médio, com alguns rápidos e passagens por vezes complicadas. NÃO devem efectuar esta descida, crianças menores de 10 anos e participantes em primeira experiência, se não acompanhados na canoa por alguém mais experiente. A alternativa será a descida do Tejo. 

 A AVENTUR Disponibiliza um conjunto de monitores/guias de rio, verdadeiramente profissionais que asseguram uma actividade planeada e segura, reflexo da formação, planos de segurança e competências dos monitores ao serviço neste Rio. (ver habilitações técnicas em: "STAFF"

 

voltar

GRANDE DESCIDA 

(de Castelo Bode ao Castelo de Almourol)

De forma simples, a descida do Zêzere mais parte da descida do Almourol. Início perto da barragem de Castelo de Bode e termina junto ao Castelo de Almourol.

Iniciamos o dia com a concentração em Constância onde deixamos os nossos veículos. A AVENTUR, encarrega-se do transporte dos participantes para o início da actividade. No percurso passaremos pela Barragem do Castelo de Bode, onde avistamos de um lado o imenso lago que forma a albufeira, e do outro o percurso profundo e sinuoso do rio que vamos descer.

Barca nova, é o nome do local de início da descida. Fica a umas centenas de metros de distância a jusante da Barragem, na margem direita.

Após o breafing técnico e de segurança, lá vamos nós rio abaixo.

O percurso, que se contorce entre os cerros elevados a mais de 100 metros é muito bonito. As margens verdes, a limpidez da água (fria fria) e o isolamento de parte do troço que fazemos, são muito agradáveis.

Devido à barragem, o Zêzere tem  duas formas diferentes. Um rio rápido, cheio de água da descarga para produção eléctrica, e um rio mais calmo de caudal biológico, quando as comportas estão fechadas.

Num ou noutro cenário, a diversão é garantida. Por vezes encontramos alguns rápidos mais animados, mas temos sempre os córregos divertidos e apetecidos.

Alguns minutos após o início, passamos pela foz do Nabão. Podemos ver aqui e ali os barcos dos pescadores que se dedicam à apanha da fataça e da lampreia. Ao longe vamos vendo as garças azuis e os corvos marinhos.

A meio da nossa viagem paramos na curva do moinho. Descansamos e comemos uma fruta que nos vai dar energia para o restante percurso.

O Rio a partir daqui fica um pouco mais amplo. Ansiamos por avistar a ponte da auto estrada que nos dirá que falta pouco para o final. Paramos mais uma vez para umas banhocas, e avistamos a ponte centenária de Constância.

A chegada a esta vila onde esteve Camões é feita na margem esquerda, aqui faremos uma pequena pausa.

Continuamos rio a baixo, deixamos o rio Zêzere e entramos no Tejo, aqui a paisagem altera-se… deixamos de navegar por entre montanhas e entramos numa zona de planície.  E o que é que tem de realmente especial este troço do rio? O Castelo de Almourol, empoleirado no maciço rochoso a meio do Tejo. Nesta segunda fase da descida o ponto fundamental é mesmo o desembarque na ilha e visita ao Castelo e sua Torre de menagem.

A transição entre o rio Zêzere e Tejo é uma passagem calma e sem qualquer dificuldade. Avistamos de imediato a ponte rodo e ferroviária, que alcançamos em poucos minutos, e que passamos velo vão central. Aqui o rio ganha uma largura apreciável, e circulando pelo meio podemos contemplar a força deste curso de água. Passamos ao largo da Praia do Ribatejo, local de férias da elite lisboeta do século XIX. A espaços erguem-se os palacetes na margem do rio. Uma antiga indústria à muito abandonada, é guardada no alto da sua chaminé por um casal de cegonhas. Dependendo da época, podemos observar e ouvir o bater sincronizado dos bicos e a dança de cabeças, que caracteriza o ritual de reforço dos laços de acasalamento. Ou mesmo os pintos sempre à espera de mais uma rã, peixe ou ratinho, trazido pelos progenitores. Muito frequente também são os saltos das fataças. Depois de um primeiro salto devemos manter-nos alerta, pois quase sempre este peixe não termina a sua aparição sem concluir 3 a 5 saltos. No meio do rio, por vezes fica à vista um afloramento rochoso. Uma grande pedra onde se vêm empoleirar os corvos marinhos.

Estamos a meio de uma grande curva á direita e avistamos ao longe o Castelo de Almourol. Pouco a pouco vamos chegando junto a este pedaço da nossa História. Quase à sombra deste edifício milenar, apercebemo-nos da importância que deve ter tido nas conquistas e reconquistas do território que um dia se tornou Portugal. Desembarcamos na ilha, e vamos visitar o Castelo. Subimos à torre de menagem e … É uma vista de tirar o fôlego. O Tejo contorcendo-se pela lezíria a caminho do oceano, e as populações ribeirinhas caiadas de branco. Demoramo-nos um pouco mais a ouvir a explicação histórica do monitor, sobre a construção e ocupação da fortaleza. Estamos em terras de Templários.

A descida termina junto ao cais de embarque para o Castelo de Almourol. Na margem direita do rio junto ao anfiteatro.

 CURIOSIDADES:

- O Zêzere nasce a cerca de 1900 metros de altitude, junto ao Cântaro Magro na Serra da Estrela e tem 3 barragens.

- A Barragem do Castelo de Bode tem como altura máxima 115 metros de altura. A albufeira criada tem um comprimento de cerca de 65 km.

- Constância teve como primeiro nome Punhete, que se pensa ter tido origem em Pugna Tage que significa combate no Tejo, alusivo ao violento encontro das águas do Zêzere e do Tejo.

- A Fataça é um peixe que pode viver tanto em água doce como salgada.

- Esta zona a cheia chega a ter mais 9 metros que o caudal normal do rio.  

- O Rio Zêzere desagua no Rio Tejo, junto à vila de Constância. O Tejo tem 1001 km de extensão.

- A Fataça é um peixe que pode viver tanto em água doce como salgada.

- A construção do Castelo de Amourol remonta aos séculos II antes de Cristo.

- A reconstrução para o formato actual remonta a 1160 anos e foi levada a efeito por Gualdim Pais.

- Já no século XIX, sofreu várias intervenções de restauro que alteraram em parte a sua fisionomia original.


 voltar

 

Programa GOLD

 

A excusividade para o seu grupo.

  • Kayak duplo ou simples                     
  • Colete e pagaia
  • Seguro de acidentes pessoais (conforme a legislação)
  • Monitor qualificado e especializado (segurança, enquadramento, qualidade)
  • Transporte de todos os participantes para o local de início da actividade
  • Água e fruta e snack's.
  • 1 T-shirt por participante (possibilidade de colocação de logo da organizaçãogrupo)
  • Fotografias DENTRO E FORA DE ÁGUA enviadas em CD 
     

20,00€/pax mínimo de 25 particiantes

Propomos refeição em restaurante à beira rio

  


voltar

PORQUÊ A AVENTUR ? 

MISSÃO Proporcionar experiências agradáveis e seguras.
SEGURANÇA

Maximizamos este factor com base na formação dos nossos ténicos, VERIFIQUE A AS COMPETÊNCIAS E CAPACIDADE DESTES)  nos planos de segurança e na vasta experiência acumulada.

Seguro de acidentes pessoais e de responsabilidade civíl.

Planos de emergência e evacuação para a canoagem no rio Zêzere, Tejo, Nabão e Mondego. Comunicações móveis dentro e fora do rio. Kit de primeios socorros em todas as descidas de rio, e actividades complementares.  Veículos acompanhantes, e nas descidas do Zêzere e Tejo, base logística para a canoagem em Constânca.

COORDENAÇÃO TÉCNICA

Gonçalo Neves

Licenciado em Ed. Física e Pós Graduado em Segurança Outdoor

Praticante de canoagem desde 1983. Treinador e Técnico.

Formação técnica superior em Triatlo. Organizador de Eventos nacionais e internacionais.

Selecionador nacional de Triatlo e Duatlo

COLABORADORES

5 profissionais a full-time. 15 outros guias de rio, com formação interna e vasta experiência.

EXPERIÊNCIA Vasta experiência nas descidas dos Rios Tejo, Zêzere, Nabão e Mondego. Realizamos anualmente centenas de descidas para vários milhares de participantes.
DIMENSÃO Com cerca de 130 canoas, 9 viaturas, 13 atrelados, estamos regularmente presentes em vários rios em simultâneo e em diversos horários. Cada grupo tem assim uma actividade exclusiva.
LIDERANÇA

A escolha e confiança dos nossos clientes, muitos amigos, faz da AVENTUR a empresa líder na canoagem dos rios Tejo, Zêzere e Nabão.

Esta liderança impele em nós a busca constante na melhoria dos nossos serviços.